You are currently viewing Tentando engravidar? Temos uma dica para o casal.

Tentando engravidar? Temos uma dica para o casal.

Tentando engravidar? Quando falamos em gravidez, se vem à cabeça a necessidade da mulher se cuidar, pois muitos acreditam que a mulher é a responsável pela gestação e não é bem assim.

Saiba que a responsabilidade é do casal.

A responsabilidade de engravidar é 50% do homem e 50% da mulher.

Quem nos acompanha sabe que falamos da importância do bem-estar do casal, pois o estresse como um todo é prejudicial à saúde e também durante todo o processo em que a mulher está tentando engravidar, durante a gestação e pós parto.

Leia também: https://clinicamantelli.com.br/category/blog/page/4/

Hoje nós vamos falar sobre como o estresse pode influenciar no período em que a mulher está tentando engravidar.

É importante o casal estar em harmonia, conectado com os mesmos ideais e com as mesmas filosofias de vida.

Quando ocorre o estresse, ele libera uma série de hormônios como a adrenalina e o cortisol, que podem atrapalhar o processo de ovulação.

No entanto, pessoas com a vida muito agitada, com muito estresse, que discutem muito e que tem muitos problemas de relacionamento, a dificuldade de engravidar é ainda maior.

Portanto, o mais importante é que o casal converse alinhando os objetivos, princípios e filosofias, para que ambos estejam dispostos a fazer a família crescer e preparados para esse momento tão especial que é ter um filho.

Esse alinhamento vai fazer com que ocorra uma conexão onde um vai ajudar o outro com as ansiedades.

Sim, esse é um período de muitas expectativas que podem gerar a ansiedade.

É comum que o casal que esteja querendo engravidar faça a tabelinha, vejam a data certa da ovulação, queiram saber o dia ideal de ter a relação sexual, na expectativa que essa gravidez ocorra o mais rápido possível.

Porém, pode acontecer do casal ter a relação naquele período que eles acham que é o mais fértil e quando vem a menstruação, vem toda aquela frustração, desespero e toda ansiedade porque a gravidez não aconteceu.

Saiba que essa ansiedade pode atrapalhar a concepção pelo simples fato do estresse liberar uma série de hormônios como já citamos lá em cima.

Esses hormônios podem modificar o PH vaginal, alteração da flora vaginal e fazer com que ocorra o aparecimento de um corrimento patológico, onde esse corrimento pode dificultar também a gravidez.

Portanto, é fundamental que a mulher procure um médico ginecologista obstetra de sua confiança e leve o seu parceiro na consulta, pois é importante que todos participem, tirem suas dúvidas e entenda como funciona o organismo.

O nosso organismo não é uma máquina com respostas exatas, muito pelo contrário.

O nosso organismo é sensível a variações de emoção, alimentação e estresse fazendo com que nem sempre a mulher ovule no mesmo dia todos os meses.

Com isso, essas variações podem ocorrer por exemplo devido a um simples nervosismo que a mulher passou no trabalho.

Ou seja, esse nervosismo pode fazer com que ela tenha um ciclo que nós chamamos de anovulatório (ausência da liberação periódica e frequente do óvulo).

Os homens também precisam de uma avaliação pré-concepcional.

É importante lembrar que fatores como o sedentarismo, obesidade, tabagismo, também influenciam a qualidade do espermatozoide e por esse motivo é que os homens também precisam de uma avaliação pré-concepcional.

Essa consulta do homem é importante para avaliar se os níveis de hormônios, nutrientes e vitaminas estão adequados. 

Então, a nossa recomendação é que o casal converse, vá a consulta juntos e o principal que tenham amor, cumplicidade e compreensão mútua para passar por esse período de uma forma tranquila e leve para que aumente as chances da gravidez acontecer e desenvolver da forma mais adequada possível.

Descubra tudo que ocorre antes, durante e depois da gestação que afeta diretamente na formação física, psíquica e comportamental do bebê através do nosso curso bebê genial