You are currently viewing O que é preciso investigar em casos de infertilidade.

O que é preciso investigar em casos de infertilidade.

Engravidar não é tão fácil quanto parece, por esse motivo vamos falar tudo sobre o que é preciso investigar em casos de infertilidade.

Quando falamos sobre o que é preciso investigar em casos de infertilidade, dificuldade para engravidar, muitos fatores podem contribuir desde problemas maiores como:

  • endometriose;
  • obstrução de tubas;
  • diminuição de reserva ovariana.

Até fatores menores como por exemplo:

  • déficit vitamínico;
  • déficit hormonal;
  • corrimento vaginal.

Sim, até mesmo um simples e comum corrimento vaginal pode ser suficiente para evitar que uma gravidez aconteça.

Sabia disso?

Pois é, e ainda tem um detalhe, nem sempre a mulher sabe que está com um corrimento.

Ou seja, a mulher pode estar com corrimento e nem perceber devido a pequena quantidade que não aparece na calcinha ou esse corrimento pode estar restrito no colo do útero.

Dessa forma ela só saberá sobre o corrimento através de uma consulta com o médico.

Você sabe o que contém no corrimento vaginal?

Essa área que está infectada muitas vezes pode possuir:

• fungos;

• bactérias;

• alteração de PH;

• inflamação do colo do útero.

O que pode acontecer quando o espermatozóide entra em contato com esse corrimento?

Na maioria das vezes o espermatozoide morre ao entrar em contato com esse corrimento.

O espermatozóide é extremamente sensível às variações do PH e principalmente se estiverem em um ambiente infectado.

Leia também: Principais cuidados com o corpo antes de engravidar

É importantíssimos uma consulta antes de tentar engravidar, para identificar os possíveis problemas como a endometriose, por exemplo.

Quando falamos de endometriose, quais seriam os sintomas clássicos?

• Dor para menstruar;

• Dores na relação sexual;

• Dificuldade para engravidar.

Porém, não necessariamente é preciso ter os 3 sintomas para diagnosticar a endometriose, pois existem casos em que a mulher apresenta apenas um sintoma.

Por isso, cabe uma investigação através de exames específicos como:

• Ultrassom transvaginal com preparo intestinal;

• Ressonância nuclear magnética de pelve;

• Exame físico.

Outros fatores importantes como os déficits vitamínicos, por exemplo a vitamina D.

Contudo, se não tomarmos sol adequadamente é muito possível que ocorra uma deficiência de vitamina D e é aí que entra a suplementação.

Uma vez que já existem vários estudos que comprovam a importância da vitamina D na qualidade da ovulação prevenindo:

  • abortos de repetição;
  • trabalho de parto prematuro;
  • eclâmpsia (hipertensão gestacional).

Além disso, precisamos  investigar os hormônios, pois existem mulheres com déficit hormonal como por exemplo a progesterona.

Em outras palavras, se os valores desse hormônio estiverem baixos, isso pode prejudicar também a ovulação.

Com isso, uma reposição hormonal se faz necessária em alguns casos.

A obstrução tubária também é uma das causas de dificuldade para engravidar e o exame para identificar esse fator se chama histerossalpingografia.

A histerossalpingografia é um exame importante  para as pacientes que estão com dificuldade de engravidar.

Quando pensamos em pacientes que já estão tentando engravidar a algum tempo ou já apresentaram alguns abortamentos de repetição existem também alguns fatores maiores que podem ser investigados como:

Trombofilias onde a mulher apresenta, digamos assim, o sangue um pouco mais “grosso” do que o normal, evitando a passagem adequada de nutrientes para o embrião evitando que a gestação evolua.


Nesse sentido, a identificação de uma possível trombofilia e o tratamento adequado muita das vezes necessitando do uso de substâncias anticoagulantes também é um processo importante no momento de concepção.

Não apenas para que você consiga engravidar, mas também para a prevenção de abortamentos de repetição.

Muitos fatores podem atrapalhar os planos de uma gravidez e é por esse motivo que se faz necessário um tratamento adequado.

Identificar as causas e tratar a origem do problema é o fundamental para equilibrar o organismo e proporcionar a chance de uma gravidez evoluir

Receba dicas e novidades sobre: saúde e bem-estar.