You are currently viewing HPV: O que é e como prevenir?

HPV: O que é e como prevenir?

Mais da metade de todas as pessoas sexualmente ativas contraem uma infecção genital pelo papilomavírus humano (HPV) em algum momento de suas vidas, mas a maioria nunca sabe disso. 

Como resultado, eles podem estar espalhando o vírus para outras pessoas sem perceber. Felizmente, as vacinas estão disponíveis para proteger contra as formas mais nocivas de HPV. 

Essas vacinas funcionam melhor se administradas bem antes de uma pessoa se tornar sexualmente ativa e permitem que a infecção não se torne um problema grave de saúde no futuro.

No artigo que preparamos abaixo, explicamos o que é e como se prevenir papilomavírus humano (HPV). Confira!

O que é o HPV?

O papilomavírus humano (HPV) é a infecção viral mais comum do trato reprodutivo. Embora a maioria das infecções por HPV não cause sintomas, a infecção genital persistente por HPV pode causar câncer cervical em mulheres

De fato, praticamente todos os casos de câncer do colo do útero (99%) estão ligados a essa infecção. 

Por isso, as medidas preventivas são muito importantes para a saúde da mulher. Embora muitos não saibam, os homens também podem sofrer com isso: esse vírus pode aparecer no pênis ou no ânus e pode ser a causa de 10% dos tumores.

Leia também::: Os 5 maiores mitos sobre amamentação

Como é a transmissão?

O HPV é transmitido por contato com a pele ou mucosas e a principal via de infecção é a sexual (pela penetração vaginal e/ou anal e, menos frequentemente, pelo contato pele a pele na região genital e pelo sexo oral). 

É a infecção sexualmente transmissível mais comum e há mais chances de contraí-la nos primeiros anos de vida sexual. 

Uma grande maioria das mulheres sexualmente ativas entraram em contato com pelo menos um tipo de HPV em algum momento de suas vidas. 

Mas a maioria dessas infecções é transitória e se resolve dentro de dois anos após a infecção por ação do sistema imunológico. No caso dos homens, esse percentual é ainda maior.

Há uma pequena porcentagem de casos (10-15%) em que a infecção pelo HPV persiste ao longo do tempo. De modo que lesões pré-malignas podem se desenvolver, o que pode levar ao câncer. 

Existem fatores que contribuem para a permanência da infecção, como o tipo de HPV, tabagismo, alterações nas defesas do organismo, elevado número de gestações ou uso prolongado de anticoncepcionais hormonais.

Como prevenir?

Usados ​​corretamente, os preservativos reduzem o risco de transmissão do HPV. No entanto, não o elimina completamente, pois o vírus pode se alojar em pontos da região genital-anal não protegidos pelo preservativo. 

Mesmo assim, seu uso é sempre aconselhado, pois também previne outras infecções sexualmente transmissíveis. Além disso, recomenda-se que as mulheres façam um exame de Papanicolau todos os anos a partir dos 25 anos.

Além disso, está disponível na rede pública de saúde a vacina contra o HPV. Ela previne os dois genótipos de alto risco mais comuns (HPV-16 e HPV-18), responsáveis ​​por cerca de 80% dos casos de câncer do colo do útero. 

E também protege contra dois outros genótipos de baixo risco (HPV-6 e HPV-11), que estão associados a verrugas genitais.

Esta vacina é aplicada na forma de injeção, e é oferecida gratuitamente pelo SUS para meninas de 9 a 14 anos, e meninos de 11 a 14 anos.

Dessa forma, não só diminui a circulação do vírus e, consequentemente, a doença nas mulheres, mas também previne que contraiam doenças associadas ao vírus, como câncer de pênis, ânus, boca ou verrugas genitais. 

Os casos de câncer de ânus, boca e garganta estão em alta e, diferentemente do câncer de colo de útero, não há exames para detectá-los, por isso se caso se detecte em um estágio mais avançado, é mais difícil de tratar.

Leia também::: O que fazer para ter uma boa saúde íntima?

Se proteja

Como é possível ver, o HPV é um tipo de infecção sexualmente transmissível e que exige atenção no momento das relações sexuais. 

O uso de preservativo é sempre indicado e, associado à vacinação contra o HPV, pode evitar que o vírus se prolifere e cause mais doenças.

Esperamos que tenham compreendido o que é o HPV e como se prevenir do contágio. E para mais dicas e informações, siga a Clínica Mantelli nas redes sociais. Temos canais no Instagram, Facebook e Youtube!