You are currently viewing Qual o impacto da Covid-19 na gestação?
Pregnant woman using stethoscope examining on her baby in her belly

Qual o impacto da Covid-19 na gestação?

  • Post author:
  • Post category:Blog

Se você está grávida, deu à luz recentemente ou está amamentando, provavelmente está preocupada com o impacto da doença da Covid-19 em você e seu bebê. E você tem toda a razão!

 

O fato é que respostas ainda não são claras, devido à natureza evolutiva da doença. O conhecimento de epidemias anteriores devido a doenças respiratórias semelhantes ajuda a compreender e controlar as infecções virais durante a gravidez. Mas mesmo após mais de um ano do surgimento do vírus, há muito mais dúvidas do que respostas às perguntas.

 

Então, para falar mais sobre o impacto da Covid-19 na gestação, preparamos este artigo. Confira!

 

Qual o efeito do coronavírus em mulheres grávidas?

Geralmente, as mulheres grávidas não parecem correr mais risco do que os adultos saudáveis. Ou seja, as não há chance aumentada de desenvolver uma doença mais séria ou quaisquer complicações se afetadas por um coronavírus. Na maioria das vezes, elas sentirão apenas sintomas leves a moderados de gripe.

 

Mas se você estiver grávida e seus sintomas estiverem piorando, isso pode significar que sua infecção está ficando mais grave e você pode precisar de hospitalização. 

 

Se você desenvolver sintomas mais graves ou se a sua recuperação estiver demorando, jamais exite em procurar ajuda médica, seu obstetra, e saber como está a saúde do seu bebê.

 

Que efeito terá em meu bebê?

Por se tratar de um vírus ainda relativamente novo, todas as informações e evidências ainda não estão disponíveis para nós. Não há evidências que sugiram um risco aumentado de aborto espontâneo se exposto a Covid-19. 

 

Também não há evidência de transmissão vertical, que se refere à capacidade do vírus de passar para o feto durante a gravidez. 

 

Em um estudo com mulheres grávidas na China com teste positivo para COVID-19, todos os nove bebês testaram negativo para o vírus e eram saudáveis ​​no geral. 

 

Uma mulher grávida em Londres testou positivo para coronavírus e mais tarde seu recém-nascido também testou positivo. No entanto, não está claro se o bebê contraiu a infecção viral no útero ou logo após o nascimento. 

 

A opinião dos especialistas é que é improvável que o bebê seja exposto durante a gravidez, e é improvável que ele tenha quaisquer defeitos de desenvolvimento como resultado. No momento, não há nenhuma nova evidência que diga o contrário.

 

LEIA TAMBÉM>>> Puerpério: o que pode e o que não pode fazer?

 

As mulheres grávidas são um grupo vulnerável?

 

Ainda não se sabe se as mulheres grávidas são mais suscetíveis à infecção pelo Covid-19 quando comparadas à população normal. Apesar disso, as gestantes são orientadas a reduzir o contato social com o distanciamento social. 

 

É um fato estabelecido que, em algumas mulheres, a gravidez altera a forma como o corpo combate algumas infecções virais. Embora as evidências para o coronavírus ainda sejam insuficientes, é por esse motivo que as mulheres grávidas são aconselhadas a serem extremamente cautelosas durante esta pandemia. 

 

E não é o fato de você ter positivado para o Covid-19 que deve deixar de amamentar. Ao contrário, os benefícios de amamentar seu filho superam em muito o risco de transmissão do coronavírus através do leite materno. 

 

O principal risco da amamentação é devido ao contato próximo entre você e seu bebê, que pode representar um risco de infecção por gotículas que podem se espalhar para o bebê durante a respiração. 

 

Algumas formas de minimizar esse risco são:

 

  • Lave as mãos antes de amamentar ou tocar o bebê
  • Tente evitar tossir ou espirrar enquanto o amamenta
  • Use uma máscara facial durante a amamentação

 

Fique atenta aos sinais

Não ignore nenhum sintoma respiratório. Se você desenvolver tosse ou qualquer dificuldade respiratória, não hesite buscar ajuda médica. Depois de obter um histórico detalhado, seu médico decidirá se você precisa fazer o teste para Covid-19.

 

Tanto quanto possível, evite sair durante a gestação. Tente minimizar ou evitar completamente passar o tempo na sala de espera do médico ou no hospital. No entanto, alguns exames exigirão que você esteja presente, como ultrassom, exames de sangue e exames fetais.

 

E não se estresse muito se a data do parto estiver se aproximando. Em geral, os hospitais têm um sistema para partos seguros e para garantir o mínimo de risco de exposição para os recém-nascidos.

 

Além disso, se precisar de acompanhamento médico ao longo da gestação, entre em contato com a Clínica Mantelli. Temos uma equipe de profissionais altamente capacitados para que você e seu bebê tenham sempre a melhor experiência ao longo da gestação!