Quais são as fases do trabalho de parto?

Quais são as fases do trabalho de parto?

Eis um momento aguardado pelos papais e pelas mamães: o trabalho de parto. São nove meses esperando por esse momento tão especial. 

Quantos livros, blogs, vídeos você já assistiu e leu para saber tudo o que acontece com o corpo da gestante durante a gravidez? Esse é realmente um assunto muito importante de ser investigado. 

Quanto mais você buscar sobre, mais você se sentirá preparado para viver esse momento. Além do mais, o parto é um momento cheio de misticismo e por isso buscar informações em fontes confiáveis é tão importante. 

Preparamos esse conteúdo para que você saiba quais são as fases do trabalho de parto. Sabendo de cada uma delas, é possível se preparar ainda melhor para esse momento. 

Confira: 

Sobre as fases do trabalho de parto

Em geral, as fases acontecem uma na sequência da outra, sem pausas. As fases são: dilatação do colo do útero, período expulsivo e a saída da placenta.

De forma espontânea, é comum que a mulher entre em trabalho de parto entre as 37 e as 40 semanas de gestação. É possível perceber que o trabalho de parto irá começar? Sim, é completamente possível – falamos mais sobre isso adiante.

A média de tempo de um trabalho de parto é de 8 a 14 horas.

Leia mais:: Futura mamãe: Você já conhece o preparo pré-gestacional?

Primeira fase do trabalho de parto: a dilatação

Como falamos, essa fase começa com dilatações irregulares e segue até que atinja os 10 centímetros. Nesse momento você já sabe que o trabalho de parto irá começar. Além disso, é possível separar esse período em dois: a fase latente e a fase ativa. 

  • Fase latente: 

A dilatação é menor do que 5 cm e há um aumento gradual de atividade uterina. Contrações irregulares, aumento das secreções cervicais e perda do tampão mucoso também fazem parte desse período.

  • Fase ativa:

As contrações já são irregulares e dolorosas, e a dilatação é maior do que 5 cm. 

É importante destacar que não existe uma regra para isso. Esse momento pode variar conforme o corpo de cada mulher. O que listamos aqui é o padrão, o que normalmente acontece. 

Esses costumam ser o sinal claro de que o bebê está a caminho. É hora de ir para o hospital! 

Expulsão: a segunda fase

Esse é o seguimento da fase ativa. O colo do útero atingiu a dilatação máxima, se inicia a fase de expulsivo e esse período pode durar entre 2 e 3 horas.

É nessa hora que a mulher deve fazer força para a apresentação fetal. Algo muito importante é manter a respiração controlada e que a mulher esteja em uma posição confortável para ela e que facilite o parto. 

É neste momento que o bebê nasce!

Para aliviar o trauma no períneo, pode-se realizar técnicas como massagem perineal. Outra possibilidade é a realização de compressas quentes ou proteção perineal com as mãos.

Por fim, a dequitação 

Depois do nascimento, o que acontece é a saída da placenta, que pode acontecer de duas formas: naturalmente ou retirada pelo médico. 

Além disso, nesse momento é realizado uma avaliação geral na mulher e a tração controlada do cordão umbilical. Também é necessário fazer a administração de ocitocina. Esse é um hormônio que favorece o trabalho de parto e o nascimento do bebê.

Depois da avaliação e constatação de que mãe e bebê passam bem, é hora de realizar a primeira amamentação. 

Esperamos que esse conteúdo tenha ajudado você a se preparar ainda melhor para esse momento tão especial!

Se deseja saber mais sobre a saúde, confira os demais conteúdos deste blog. Outra boa dica é acompanhar nosso canal no YouTube e ficar por dentro desse universo.