You are currently viewing Corrimento vaginal recorrente é normal?

Corrimento vaginal recorrente é normal?

O corrimento vaginal recorrente é visto, muitas vezes, como um tema banal, um tema corriqueiro dentro da ginecologia. 

Mas esse é um assunto que compromete muito a qualidade de vida das mulheres e impacta negativamente situações como as relações sexuais, a autoestima e até mesmo na gestação da mulher.

Por isso, é preciso compreender que o corrimento vaginal recorrente não tem nada de normal e que precisa sim ser investigado e tratado! Para saber mais, confira o artigo abaixo!

Secreção e corrimento são diferentes!

É normal que a mulher tenha uma secreção na área genital, ou seja, um líquido fluído de consistência clara, sem cheiro, que não cause coceira, dor ou ardência. 

Ele protege a mulher contra várias infecções e garante a lubrificação durante a relação sexual, por isso, não necessita de tratamento.

⠀⠀

O corrimento vaginal é diferente. Ele possui uma cor branca, amarelada ou esverdeada, tem um cheiro bem característico e pode causar dor ou coceira. 

Pode ser provocado por vários motivos, surge quando há alguma infecção genital causada por fungos, bactérias ou até alguma doença sexualmente transmissível.

Leia também::: Os diferentes tipos de corrimento e o que eles significam para a saúde da mulher

Infecções vaginais⠀⠀

As principais infecções identificadas pelo corrimento são: candidíase, vaginose e tricomoníase. A clamídia, mioplasma, neisséria e gonorreia, também produzem corrimento, mas como ele fica na entrada do útero, somente um ginecologista poderá identificar.

O tratamento da infecção que está provocando o corrimento, poderá ser feito através de cremes vaginais, antibióticos, banhos de assentos, suplementos indicados para a imunidade e também probióticos para melhorar a flora vaginal e intestinal. 

Se não tratado corretamente, pode atingir o colo do útero, bem como prejudicar as tubas uterinas e até os ovários.

Lembrando que corrimentos e infecções vaginais repetitivas não são normais e por isso é importante que seja feito o acompanhamento com uma equipe nutricional também, porque os hábitos alimentares influenciam na saúde da flora vaginal.

Leia também::: Candidíase de repetição tem cura?

Se previna!⠀

Para prevenir infecções é essencial ter relações sexuais com o uso de preservativo, optar por roupas íntimas de algodão, evitar o uso de produtos íntimos com cheiro, duchas genitais e o uso de absorventes diários.

De qualquer forma é sempre importante consultar com um ginecologista, apresentar seus sintomas, dúvidas para obter o tratamento de acordo com a sua necessidade!

Ou seja, como fica claro, nenhum tipo de corrimento vaginal é normal, seja ele esporádico ou recorrente. O ideal é sempre conversar com o ginecologista, para que a causa do corrimento vaginal seja identificada e devidamente tratada.

Espero que tenha compreendido o que é o corrimento vaginal e quais as opções de tratamento. E para mais dicas e informações, siga também o canal da Clínica Mantelli no Youtube!