Os diferentes tipos de corrimento e o que eles significam para a saúde da mulher
Dissatisfied girl keeps hands on crotch, presses lower abdomen, needs toilet badly, has syndrome of cystitis, wears spectacles, pink t shirt and denim sarafan, isolated on purple wall. Health problem

Os diferentes tipos de corrimento e o que eles significam para a saúde da mulher

Se você é mulher, nós temos certeza que em algum momento você já se incomodou com o corrimento.

E essa atitude é normal, afinal de contas, ele realmente pode ser um incômodo e muito além disso, há tipos de corrimento totalmente normais e os que podem ser considerados possíveis sinais de doenças.

No artigo de hoje, explicamos quais são os tipos de corrimento, o que eles podem significar, como evitar e qual o tratamento.

Corrimento é sempre um mau sinal?

Não! A verdade é que toda mulher tem corrimento no período ovulatório, principalmente antes da menstruação, e este é natural.

Trata-se muito mais de uma secreção vaginal transparente, sem cheiro que não coça ou causa dor.

Se o corrimento tiver características diferentes dessas, ligue o sinal de alerta.

O que significa o corrimento de cada cor e como tratar

Transparente: como já falamos, essa é a secreção natural e que ocorre no período fértil das mulheres.

Branco: na maioria dos casos, o corrimento branco e com aspecto de leite talhado pode ser um sinal de candidíase. Além da cor, se houver coceira e irritação na vagina é mais um sinal para procurar ajuda médica.

Nesse caso, o tratamento pode ser via oral ou através de cremes vaginais. Ambos devem ter prescrição médica!

O corrimento na cor branca, mas com tom acinzentado e com odor semelhante ao de peixe pode ser sintoma de vaginose bacteriana.

Por ser uma doença causada por bactérias, seu tratamento é feito com antibióticos.

Amarelo ou esverdeado: essa coloração geralmente indica tricomoníase, uma doença causada por protozoário e que também pode causar coceira e irritação.

Para tratar, utiliza-se antibióticos de uso oral.

Rosado: a secreção rosada é um sintoma comum de uma gravidez recente. Geralmente acompanhada por cólicas leves.

Marrom: há casos em que a secreção marrom ou com sangue pode ser apenas resquícios do final da menstruação.

Entretanto, se você não esteve menstruada recentemente e apresenta secreção vaginal com essa coloração, fique atenta e vá ao médico logo.

Essa secreção pode ser sinal de gonorreia, uma DST tratada com antibióticos, porém pode ser sintoma de alguma doença mais grave.

Entre elas, o câncer do colo do útero, de vagina ou do endométrio.

Corrimento na gravidez é normal?

Se você estiver grávida e perceber algum tipo de secreção é fundamental que procure seu médico o mais rápido possível.

O corrimento durante a gestação pode ser sinal de doenças como gonorreia, candidíase, vaginose bacteriana ou tricomoníase.

O tratamento é geralmente feito a partir do uso de antibióticos ou antifúngicos, dependendo do diagnóstico médico.

Como evitar o corrimento

Você sabia que sua alimentação pode interferir diretamente no corrimento? Isso mesmo! Dietas ricas em açúcares e carboidratos podem piorar o quadro.

Por isso, se você sofre com corrimento, uma das saídas é buscar uma alimentação mais balanceada e saudável.

Além disso, é importante usar calcinha de algodão, pois ela não impossibilita a respiração saudável da região vaginal.

Evite:

  • O uso de protetor diário
  • Papel higiênico e lenços umedecidos com perfume
  • Esfregar a região íntima com demasia 

Saiba como manter a higiene íntima adequada. Clique aqui!

Se você quer entender mais sobre os tipos de corrimento e como tratá-los, assista ao vídeo da Dra Erica Mantelli: