Por que consultar com o ginecologista antes do início da vida sexual da mulher?

 

 

Há, ainda nos dias de hoje, muitas dúvidas sobre quando as adolescentes devem ir ao ginecologista pela primeira vez. 

 

E com as meninas menstruando cada vez mais cedo, há todo um receito de que elas sejam iniciadas muito precocemente na vida sexual.

 

Aliás, é comum alguns acharem que a primeira consulta deve ser logo após a primeira menstruação. 

 

E isso é relativo: se ela for bem instruída pela família, ter todas as informações sobre o que está ocorrendo com seu corpo, essa visita ao ginecologista não precisa ser necessária.

 

Mas e antes do início da vida sexual da mulher, é importante ela ir ao ginecologista?

 

Quando ir ao ginecologista pela primeira vez?

Para muitos pais de meninas adolescentes, a questão de quando elas precisam começar a consultar um ginecologista gera incerteza.

 

Antes de tudo, é preciso deixar claro que não existe regra. 

 

Como a idade média para o início da menstruação é de 12 anos, é apropriado que as meninas comecem a ver um ginecologista desde os 13 anos. Porém, como dissemos, não existe uma regra.

 

Há tivemos meninas em nossos consultórios que tiveram a primeira menstruação aos 10 anos. E algumas somente após os 13, 14 anos. 

 

Porém, o ideal é que a adolescente vá ao ginecologista entre 13 e 15 anos, independentemente de ela ter ou não começado a menstruar ou ser sexualmente ativa.

 

Afinal de contas, o médico ginecologista é especializado na saúde da mulher. Mas, não significa que ele vai avaliar somente esse aspecto. 

 

Na maioria das vezes, um exame pélvico não é necessário na primeira consulta. E as meninas devem saber disso com antecedência para se acalmar. 

 

Podem ser necessário realizar uma avaliação completa da paciente, para compreender o seu estado de saúde.

 

Leia também::: Fertilidade: quais as chances de engravidar em cada idade?

 

E antes do início da vida sexual?

Na maioria dos casos, a primeira consulta de uma adolescente é uma oportunidade para conversar sobre seu desenvolvimento e estabelecer um relacionamento com seu ginecologista.

 

E quanto mais acolhida e informada sobre o funcionamento do seu corpo, melhor será para a adolescente. Nesse aspecto, o médico poderá falar sobre gestação na adolescência, métodos contraceptivos, infecções e doenças sexualmente transmissíveis, e como identificar abusos.

 

Claro que se há uma conversa aberta com a família, com a mãe, sobre esses aspectos, a adolescente pode estar muito melhor preparada. As aulas de educação sexual em algumas escolas também contribuem para esse processo de informação.

 

Cada pessoa é única

É importante lembrar ainda que cada pessoa é única. E o fato de uma adolescente precisar ir ao ginecologista logo aos 10, 12 anos, não significa que seja uma regra.

 

O mais importante é sempre ter uma conversa franca com a adolescente, lhe explicar sobre os aspectos do seu corpo, os cuidados que deve ter, e os riscos de uma gestação precoce.

 

Se os pais não sabem como lidar com o assunto com a jovem, o médico ginecologista pode auxiliar nesse processo. Como profissional, ele está preparado para essas situações e saberá tirar todas as dúvidas que podem surgir.

 

Portanto, saber o momento certo de ir ao ginecologista pela primeira vez vai além de usar a menstruação como marco. E para saber mais sobre o tema, confira o vídeo gravado pela Dra Érica Mantelli. É só dar o play abaixo!

 

Comentário

Nenhum comentário neste post. Faça o primeiro.

Deixe um comentário

WhatsApp