Masturbação na gravidez: entenda os benefícios

A menos que o orgasmo esteja fora de questão por causa de uma gravidez de alto risco ou preocupações com trabalho de parto prematuro, a masturbação na gravidez é perfeitamente segura — e indicada.

 

Seja sozinha ou acompanhada, ela é uma ótima maneira de liberar qualquer tensão extra que você esteja sentindo. O desejo de se masturbar é natural. 

 

No entanto, as discussões sobre o tema são limitadas, pois o assunto é considerado tabu. É por isso que as mulheres grávidas podem ter dificuldade em iniciar uma conversa sobre se é seguro praticar a masturbação na gravidez. 

 

Para todas as mulheres grávidas que estão se perguntando se podem se masturbar durante a gravidez, a resposta é sim! É natural e seguro.

 

É seguro se masturbar durante a gravidez?

Durante a gravidez, algumas mulheres descobrem que sua libido aumenta devido a mudanças hormonais. Um aumento no nível de estrogênio e progesterona provavelmente aumentará seu apetite sexual. 

 

Praticar masturbação na gravidez — e até mesmo sexo durante esse período — é totalmente seguro. Em alguns casos, é possível que devido à náusea intensa e ao cansaço, algumas mulheres percam o interesse pelo sexo ou pela masturbação.

 

LEIA TAMBÉM>>> 7 maiores dúvidas sobre a saúde íntima da mulher

 

Razões para a masturbação na gravidez

É inegável que os benefícios de se masturbar durante a gravidez são muitos. Alguns deles são:

 

  • Alivia o estresse: quando você chega ao orgasmo depois de se masturbar, seu corpo libera oxitocina, que é um calmante natural.
  • Orgasmos podem ser ainda melhores durante a gravidez.
  • É uma ótima alternativa para o sexo: sua barriga em crescimento ou uma condição médica podem impedi-lo de fazer sexo ou tornar isso difícil para você, e é aí que a masturbação pode vir em seu socorro.
  • Pode aliviar os sintomas da gravidez: algumas das coisas menos agradáveis ​​sobre a gravidez são sintomas como enjôo matinal, pés inchados, dor nas costas, entre outros. Ter um orgasmo pode proporcionar alívio natural da dor desses sintomas.
  • Pode ajudá-la a dormir: quando a barriga em crescimento dificulta o sono, você pode confiar na masturbação, pois os orgasmos reduzem a pressão arterial e liberam endorfinas que podem ajudar você a dormir.
  • Pode tornar o trabalho de parto mais fácil: um assoalho pélvico forte pode ser benéfico durante o trabalho de parto. A masturbação e os orgasmos podem fortalecer o assoalho pélvico.
  • Isso pode fazer você amar seu corpo: você pode se sentir um pouco desconectada de seu corpo grávido devido a todas as mudanças que está passando. Masturbar-se e explorar a si mesma pode ajudá-la a se sentir conectada ao seu corpo novamente e fazer você amá-lo.

 

Além desses benefícios, alguns médicos também acreditam que os bebês podem ser acalmados ou confortados pelas contrações rítmicas que são causadas pelos orgasmos!

 

Não se sinta envergonhada

A masturbação na gravidez é natural, segura e um ótimo calmante, especialmente em uma gravidez de baixo risco. No entanto, no caso de você ter uma gravidez de alto risco ou for solicitado pelo seu médico a se abster de atividade sexual, você deve obedecê-lo. 

 

Mas é importante que você discuta a possibilidade de se masturbar com seu médico para entender o que é permitido e o que não é. Lembre-se que seu obstetra pode lhe tirar todas as suas dúvidas e, por isso, não se sinta envergonhada de perguntar.

 

Gostou do artigo sobre masturbação na gravidez? Então nos siga nas redes sociais. A Clínica Mantelli possui contas no Facebook e Instagram, sempre com muitas informações relacionadas à fertilidade, gravidez e saúde da mulher!

 

Comentário

Nenhum comentário neste post. Faça o primeiro.

Deixe um comentário

WhatsApp