Como é a menstruação no pós-parto?

Antes de engravidar, a mulher conhece bem  seu corpo e como ele costuma reagir. Dias de cólica, fluxo menstrual, período fértil etc. Mas a menstruação no pós-parto pode mudar completamente o corpo e organismo feminino, e é comum que surjam dúvidas relacionadas à isso. Por isso, neste post falaremos sobre as mudanças que você pode prever após dar a luz e quando esperar que seu corpo volte a ser como era antes.

Sangramento no pós-parto

Após ter o bebê, a mulher pode sangrar por até 40 dias, o que é normal, em decorrência da saída do bebê. Isso acontece porque a placenta descola-se do útero, e os vasos sanguíneos  rompem-se e por esse motivo temos uma grande quantidade de sangue eliminada. No parto com cesariana o sangramento geralmente tem menos volume pois muito desse material é retirado na cirurgia.

Inicialmente, o volume do sagramento é maior, porém tende a ir diminuindo conforme as semanas vão passando. Esse sangramento também é afetado pela amamentação, pois o corpo feminino gera hormônios  na produção do leite que fazem com que o útero vá voltando ao tamanho normal.

Como é a menstruação no pós-parto?

Vale lembrar que esse sangramento inicial, na verdade, não é menstruação. Isso porque a menstruação de fato é a descamação das paredes uterinas internas quando não acontece a fecundação. O ciclo menstrual pode demorar de 2 a 8 meses para retornar, e isso vai depender de cada mulher.

A amamentação normalmente impede a menstruação por 2 meses, período no qual o hormônio produtor do leite garante a produção do mesmo, após isso, o ato do bebê mamar é que vai garantir que a produção continue. Por isso, caso a mamãe não possa amamentar independente do motivo, é mais comum que a menstruação retorne mais rápido.

A quantidade de menstruação no pós-parto muda?

Após a retomada da menstruação, é comum que o volume seja maior, mas o fluxo vai voltando ao normal aos poucos. Cada vez que a mulher engravida, o útero volta menos ao seu tamanho original, ficando cada vez um pouco maior, isso faz com que a quantidade de menstruação também aumente um pouco.

Contracepção

Cada caso é diferente, não é possível generalizar prevendo quando o período fértil pode voltar. Já que a primeira ovulação após ter o bebê acontece antes da menstruação, os riscos de engravidar novamente nesse momento são altíssimos.

VEJA TAMBÉM: Sexo no pós-parto e as dúvidas entre as mulheres

É fundamental que a vida sexual da mulher volte à ativa somente depois que o médico indicar algum método contraceptivo. Mais uma vez, isso pode variar de caso para caso, mas normalmente isso pode acontecer a partir de 30 dias após o nascimento, o anticoncepcional pode voltar a ser tomado um mês após o parto e o DIU após 10 semanas. É muito importante lembrar que o estrogênio presente em algumas pílulas é passado pela amamentação, por isso essas pílulas são extremamente contraindicadas. A mulher deve tomar pílulas que contenham somente a progesterona enquanto estiver amamentando.

Apesar destes fatos acontecerem frequentemente, cada mulher tem a sua individualidade!

 É muito importante que todo o processo seja acompanhado por um profissional qualificado e de sua confiança. Cada organismo pode reagir de formas diferentes, por isso o tratamento deve ser de acordo com o seu caso e um médico precisa acompanhar você durante todo esse processo, combinado?

Nós estamos aqui para lhe ajudar, somos uma clínica multidisciplinar especializada na saúde da mulher, conte com a gente! Clique aqui e agende sua consulta

 

 

Comentário

Nenhum comentário neste post. Faça o primeiro.

Deixe um comentário

WhatsApp