O que é gravidez molar?

A doença trofoblástica gestacional, ou gravidez molar, acontece no inicio da gravidez, ou no inicio do segundo trimestre e é uma alteração nas células que foram a placenta.

O que acontece na gravidez molar?

A placenta cresce de maneira “desorganizada” e todas as células duplicam em uma velocidade acentuada.

Apesar de ser uma doença benigna, tem um comportamento característico do câncer.

Existem 2 tipos de mola:

  • Mola hidatiforme total: Só o tecido o placentário alterado está presente dentro do útero. Não existe células do bebê, ou seja, não existe feto.
  • Mola parcial: Uma parte da placenta tem o crescimento e forma normal, mas existe também o desenvolvimento do bebê. Na maioria das vezes, é possível chegar até o final da gravidez.

Como é feito o diagnóstico?

No caso da mola hidatiforme total, a mulher apresenta no final do primeiro trimestre e começo do segundo, cólicas e sangramentos repetitivos em grandes quantidades, que as vezes levam a mulher a procurar atendimento médico urgente.

Quando depois de uma avaliação médica, é observado uma desproporção no crescimento uterino e os exames de sangue revelam taxas elevas de HCG, suspeita-se de uma gestação molar.

Náuseas e vômitos também podem ser sintomas dessa fase!

Uma vez diagnosticada a mola total, o único tratamento é o esvaziamento do útero, geralmente feito através de aspiração.

Esse é um tipo de apresentação que poderíamos classificar como abortamento.

Depois disso, é essencial que seja feito um acompanhamento com a realização de alguns exames como:

  • Beta HCG
  • Raio X do pulmão
  • Ultrassonografia
  • Entre outros

Tudo isso para saber se o tratamento está fazendo o efeito necessário!

Após esvaziamento de uma gravidez molar com negativação da presença de hCG sanguíneo, é recomendado que a mulher engravide novamente somente após 6 meses.

Conte com o nosso time de médicos qualificados para te ajudar em qualquer fase da vida, clique aqui!

Até breve,

Dra. Beatriz Barbosa.

Comentário

Nenhum comentário neste post. Faça o primeiro.

Deixe um comentário

WhatsApp