Quais os benefícios da fisioterapia antes, durante e após a gravidez?

O profissional fisioterapeuta especialista em gestação, ou fisioterapeuta pélvico, é responsável por entender toda a mecânica do corpo de uma mulher gestante.

O assoalho pélvico é formado por músculos localizados na parte inferior do abdômen, que servem como uma rede de suporte para vários órgãos como a bexiga, útero e vagina.

Ele usa todo o conhecimento dessa região para facilitar e trazer uma boa experiência para o trabalho de parto.

É necessário pensar em cada fase do trabalho de parto: movimentos e posturas, que vão favorecer o encaixe do bebê, a descida e a dilatação do colo.

Como a fisioterapia pode ajudar?

Uma musculatura funcional consegue estabilizar a região, a protegendo, por exemplo, da dor lombar.

Nas sessões, são trabalhados exercícios de alongamento, relaxamento e fortalecimento de músculos específicos sobrecarregados na gravidez.

Além disso, também é feito o preparo da musculatura abdominal e do assoalho pélvico.

Clique aqui para ler sobre os mitos e verdade do parto humanizado.

Tudo isso porque ter lembranças boas desse momento é essencial na vida do casal!

Objetivos da fisioterapia antes do trabalho de parto:

  • Diminui o tempo do trabalho de parto
    Controla a dor do parto
    Ajuda na dilatação do colo
    Traz “conforto” e “aconchego” para a parturiente

A fisioterapia pós-parto é tão importante quanto a do pré e durante.

Depois do tempo certo, é recomendado voltar ao profissional para analisar e a reavaliar as musculaturas para ver se houve alguma disfunção após a gestação.

O propósito desse tratamento é deixar o corpo da mulher adequado para que ela continue realizando suas atividades e tenha uma recuperação mais rápida.

Resumindo, o serviço de Fisioterapia prepara o corpo e a mente da mulher, para um dos momentos mais importantes da sua vida: a hora de dar luz a um filho, fazendo de tudo para que essa experiência seja a melhor possível.

Até breve,

Dra. Carla.

Comentário

Nenhum comentário neste post. Faça o primeiro.

Deixe um comentário

WhatsApp